4 de nov de 2016

O FUTURO

    O Espiritismo é a ciência de toda a luz; feliz a sociedade que o coloque em prática! Será então somente que a idade de ouro, ou melhor, a era do pensamento celeste reinará entre vós. E não credes que, com isso, tendes menos satisfações terrestres; bem ao contrário, tudo será felicidade para vós, porque nesse tempo a luz vos fará ver a verdade sob o seu mais agradável dia; o que os homens ensinarão não será mais essa ciência capciosa que vos faz ver, sob a máscara enganadora do bem geral ou de um bem a vir, no qual, frequentemente, os próprios ensinamentos não têm nenhuma confiança, e a mentira e a cupidez, a inveja de tudo ter, em proveito de uma seita, e, algumas vezes, em proveito de um só. Os homens, sem dúvida, nesse tempo, compreenderão o trabalho, e todos chegarão à riqueza, porque não desejarão o supérfluo senão para poderem fazer grandes obras em proveito de todos. O amor, esse nome divino, não terá mais a aceitação impura que lhe dais, todo sentimento pessoal desaparecerá diante deste ensinamento suave, contido nestas palavras do Cristo: Amai-vos uns aos outros, como a vós mesmos.
    Chegados a esta crença, todos sereis médiuns; todos os vícios que degradam a vossa Sociedade desaparecerão; tudo se tornará luz e verdade; o egoísmo, esse verme roedor e retardatário de todo o progresso, que abafa todo sentimento fraternal, não mais terá presa sobre as vossas almas; vossas ações não terão mais por móvel a cupidez e a luxúria; amareis vós, a vossa mulher, porque ela terá a alma boa, e vos quererá, porque verá em vós o homem escolhido por Deus para proteger a sua fraqueza, e que ambos vos ajudareis a suportar as provas terrestres, e sereis os instrumentos votados à propagação de seres destinados a se melhorarem, a progredirem, a fim de chegarem a mundos melhores, onde podereis, por um trabalho mais inteligente ainda, chegar até o nosso supremo benfeitor.
    Ide, Espíritas! Perseverai; fazei o bem; desprezeis docemente os escarnecedores; lembrai-vos de que tudo é harmonia na Natureza, que a harmonia está nos mundos superiores, e que, apesar de certos Espíritos fortes, tereis também a vossa harmonia relativa


Livro: Revista Espírita - tomo III - Allan Kardec - SÃO LUIS - Médium Sr. Coll.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário